Democratização da Mídia!

UEA e CMI-Tefé oferecem o mini-curso "Software Livre numa perspectiva crítica", de 8 a 10 de julho no prédio anexo

O mini-curso terá três dias de duração, de terça (8/7) a quinta (10/7) das 19h às 21h, no prédio anexo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) de Tefé, em frete à Escola Frei André. O professor é Fernão Lara, formado em geografia pela USP, voluntário do Centro de Mídia Independente de são Paulo (CMI-SP) e dos movimentos de software livre e servidores livres. A inscrição pode ser realizada a partir do dia 2, até as 12h do dia 7 de julho na secretaria da UEA de Tefé, custando apenas o valor simbólico de 5 reais, que será revertido para o movimento de democratização das comunicações em Tefé. A pessoa que alegar pobreza não pagará a taxa.

Cemitérios urbanos podem contaminar lençol freático

E o que diz a pesquisa realizada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), a pesquisa que foi realizada na cidade de Curitiba aponta que devido à má estruturação desses cemitérios urbanos grandes problemas ambientais estão sendo causados.

Entre os problemas está à contaminação dos lençóis freático das cidades, isso acontece devido o processo decomposição dos corpos que liberam um liquido chamado de necrochorume que e composto de água, sais minerais e substancias orgânicas. Um outro grande vilão dos lençóis freáticos são as substancias que fazem parte da composição dos caixões como: vernizes, colas, tintas e metais pesados que são utilizados nas alças.

Juventude de Tefé participa de oficina de jornalismo popular.

Foi realizada no dia 14 de Junho, no prédio anexo da UEA (Universidade do Estado do Amazonas) a oficina de Jornalismo popular para os jovens da cidade.

A oficina buscava orientar na produção de informação (notícias) voltada para as necessidades e demandas da juventude, para os jornais populares que futuramente serão criados na cidade. Participaram da oficina membros dos Grêmios estudantis e de várias outras entidades sociais presentes na cidade de Tefé.

O jornalismo popular se apresenta no contexto do excluídos (jovens) como uma alternativa criativa frente à privação de espaço na mídia coorporativa, daí a sua grande importância para o povo

A Falta de Energia Elétrica em Tefé, Empresa Sem-vergonha!

Uma discussão que muito tempo ronda nos fios de alta tensão dos tefeenses, a falta de energia é um problema que está com os dias contados. É cada vez mais frequente os prejuízos de materiais particulares ou institucionais, o que nos leva a pensar que é uma empresa que não tem compromisso e respeito nos serviços que já são de baixa qualidade.

Não entendo como uma empresa consegue enrolar a justiça, e justiça deixar ser enrolada, será que tem jogo de interesse? Por um outro lado, ronda conversas de que combustíveis transportados em balsas são comercializados ilegalmente, comentam viajantes ribeirinhos, e que a CEAM está praticamente falida por não conseguir fomentar as necessidade de suas instalações, em vários municípios em que está instalada.

Prefeitos do Amazonas assinam contratos com FNHIS - Alguém sabia?

O Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) liberou cerca de R$ 30 milhões para 18 prefeituras municipais do Amazonas. Que é para a construção de moradias populares para famílias que recebem até três salários mínimos. Cada município irá receber uma média de R$ 500 mil.

Os municípios beneficiados são Anamã, Anori, Autazes, Benjamin Constant, Boca do Acre, Envira, Fonte Boa, Iranduba, Itapiranga, Lábrea, Manaus, Manicoré, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Tabatinga, Tapauá e Tefé.

Quem estava sabendo disso? Deveria discutirmos sobre o que tem de ser feito para disponibilização deste fundo em Tefé e quem deve ter direito ao mesmo, ou quando isso vai realmente acontecer.

Será que vamos ter transparência por parte da administração da Cidade de Tefé?

Fonte: Boca a Boca Tefeense.

O Crescimento Econômico ou Escravidão do Dendê?

O que poucos tefeenses estão sabendo, e da grande negociação de empresários da malásia com o prefeito municipal de tefé, onde assinam contrato milhonário em investimento, produção e plantio de dendê nas terras em torno da estrada denominada EMADE. Há uma certa preocupação em torno isso, não se tem idéia no que trata tal contrato e muito menos o quevai acontecer com as famílias que moram naquelas terras e qual o prejuízo total de biordiversidade, ou seja, que nível de impacto ambiental terá nessa enorme área e se foi levado em conta.

SEMANA DOS POVOS INDÍGENAS - BARREIRA DA MISSÃO DE BAIXO

Geralmente as comemorações de alguns eventos culturais indígenas, pouco se divulga ou convida pessoas do mundo externo. Dia 19 de abril foi um dia muito especial para os povos indígenas das Barreiras da Missões (Barreira de Baixo), onde foi realizado a Semana dos Povos Indígenas, com danças, poesias, apresentações teatrais, tudo na melhor perfeição, e faz com qualquer um que presencie a comemoração, volte no tempo em que as terras eram intocáveis e através das suas apresentações, contam a história de invasões dos branco em terras indígenas.

Sem sombra de dúvidas, ver um espetáculos de movimentações de guerreiros e curumins, é de impressionar, você nunca mais será o mesmo e voltará para presenciar todas as vezes, logo se apaixonará pela causa indígena do Médio Solimões.

LUTA INDÍGENA NA CÂMARA DE VEREADORES

Em nossa cidade pouco se sabe o que é a realidade de uma comunidade indígena, apesar de ser tão próxima, é de difícil visitação. Os três povos Ticuna, Kambeba, Kocama, tem unido forças para conquistar suas reivindicações ao longo dos anos principalmente na área da educação. . .

Nas comunidades indígenas da Barreira das Missões, existem as séries iniciais de ensino fundamental acompanhado de aprendizado na língua nativa, por este fato, percebe-se que há um choque de culturas e isso traz um prejuízo para a criança indígena, uma vez que ela é ensinada com materiais didáticos elaborados por autores não indígenas, o qual o conteúdo é direcionado principalmente para a vivência em cidades, gerando muitas dúvidas e improviso na adaptação dos assuntos abordados para o cotidiano da comunidade indígena local. .

REUNIÃO DO COLETIVO RÁDIO XIBÉ

ATENÇÃO TODOS OS PARTICIPANTES, SIMPATIZANTES, E CURIOSOS... REUNIÃO DO COLETIVO DA XIBÉ NESTE SÁBADO, DIA 05 DE ABRIL....

AGRADEÇO A DIVULGAÇÃO DESTA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA PÚBLICA DE DISCUSSÃO....

TODOS OS ESPOCA BODES COM SEUS RASCUNHOS EM MÃOS.... VAMO QUE VAMO!!!

VIVA! A BRAD WILL!
VIVA! A LIBERDADE!

CADA VEZ MAIS FORTE, SEREMOS!

O Consciente, uma festa nova para Tefé

Aconteceu no dia 29/03, no casarão (clube dos oficiais), o CONSCIENTE. A Festa reuniu militares, universitários e pessoas do high society tefeense. Na ocasião foi oferecido um coquetel para recepcionar os calouros da UEA e uma homenagem aos aniversariantes Max Viana e Raifran Brandão.

Com uma programação diferente: MPB, ROCK e DANCE, a festa agradou gregos e troianos. O CONSCIENTE será uma festa para oportunizar os jovens talentos de Tefé. O Estágio 5, a banda GFX e a Neurose fizeram a programação ao vivo. O DJ Panqueca fez o Dance.

O próximo CONSCIENTE acontecera no próximo sábado, dia 05/04, seguindo a mesma programação: Das 20:00 às 22:00 MPB, das 22:00 às 24:00 Rock e depois da meia noite, muito Dance.

No sábado dia 12/04, a festa se repetirá no Casarão.

Big Brother Brasil a banalização do cotidiano

O reality show Big Brother Brasil chegou ao Brasil em 2002, foi produzido pela TV Globo com o principal intuito de derrubar com a audiência de seu similar apresentado pela SBT Casa dos Artistas que foi criado por Sílvio Santos após a fracassada tentativa de compra os direitos autorais do semelhante Holandês Big Brother.

Inscrições abertas para Vídeo Índio Brasil 2008

O CineCultura e a Associação dos Amigos do CineCultura realizam o Vídeo Índio Brasil 2008 de 24 a 31 de maio. O projeto acontecerá em três cidades sul-mato-grossenses: Campo Grande, Dourados e Corumbá. As inscrições para cineastas de todo o Brasil estão abertas.

A coordenação da mostra está recebendo inscrições de filmes de curta, média e longa-metragem para compor a programação do Vídeo Índio Brasil 2008.

As inscrições deverão ser feitas através do envio dos seguintes itens:
- 1 cópia do filme em DVD;
- Documento assinado e datado com a autorização para exibição do filme no projeto;
- Anexo com as informações básicas do filme: ficha técnica, origem, sinopse, tempo de duração e etc.

AMAZONAS MORENO, TUAS ÁGUAS SAGRADAS...

Quem já viajou nunca esquece. O barco em qualquer parte do rio solimões e afluentes, é uma das formas de se chegar a diferentes comunidades espalhadas neste vasto chão. Há quem diga que enjoou, teve dor nas costas ou que demora muito as viajens, mas todos sabem e sempre vêem a beleza de navegar pelos rios muitas vezes só vistos através de fotos de livros didático, na maioria das vezes desatualizado.

Quando alguém de tão longe passar por aqui, não esqueça de tomar Açaí, Xibé, comer pirarucu, tambaqui... com xibé, tomar banhos em igarapés e lagos, passear em sítios com grande diversificação de frutas, conhecer as comunidades indígenas próximas, e pra todos os efeitos admirar a Princesinha do Solimões, Tefé-Amazonas.

Versão Online do Jornal "A Folha de Tefé"

Em nossa cidade vem se expandindo as formas de comunicação, e o Centro de Mídia Independente de Tefé, vem parabenizar mais uma alternativa de publicação local, e que através da internet ficaremos a cada dia informados do que se passa em qualquer parte do mundo, principalmente aqui.

Quanto mais formas de mostrar o que a cidade de Tefé passa, reivindica, denuncia, torna-se importante a atitude dos tefeenses em participar do mesmo.

O diretor do jornal, Raifran Brandão fez uma homenagem póstuma a seu pai, lembrou a família e agradeceu os colaboradores do jornal, patrocinadores, amigos, incentivadores e à sociedade tefeense.

Participantes do evento de divulgação ocorrido, puderam apreciar, a importância da versão eletrônica da Folha de Tefé, e conhecer um pouco mais sobre os jovens talentos musicais de Tefé, as bandas GFX e Estágio 5, onde buscam espaço através de apresentações em eventos.

LIBERDADE PARA AS ONDAS

Nossas atividades para este ano, são as melhores ações de democratização já presenciadas pela rede pública de ensino... onde levamos temáticas que requer a prática da liberdade de expressão e direito de escolha, com a democratização dos meios de comunicação em Tefé, consequimos manter relações com pessoas muito importante que colaboram neste processo de veiculação da verdade não mostrada.

Reabre no México a rádio Nnandia, que em novembro de 2007 enviou mensagem aos povos indígenas do Solimões

Após um ano e meio de ter sido fechada pela "tropa de choque do Partido Revolucionário Institucional (PRI)", a rádio Nnandia voltou a funcionar no dia 28 de fevereiro de 2008. Localizada no município indígena mazateco Mazatlán Villa de Flores, Oaxaca, México, a rádio foi concebida em 2002 durante a execução de um projeto comunitário de construção de uma escola de ensino médio indígena. A idéia era ter um veículo onde as/os alunas/os pudessem aplicar sua aprendizagem e difundí-la entre as comunidades. Em 2003 a rádio já estava no ar, e as comunidades logo começaram a lhe conferir novos usos, como enviar recados e pedir músicas.

Pesquisadora da Unicamp ministrará mini-curso na UEA sobre rádios livres e comunitárias

Após oferecer uma palestra sobre legislação de rádio comunitária em oficina do CMI-Tefé realizada sábado passado, dia 23/02, na Barreira da Missão, a doutoranda da Unicamp Cristiane Dias Andriotti oferecerá um mini-curso aberto à população na UEA de Tefé nos dias 11, 12 e 13 de março das 19h às 22h. Com o título "Rádios Livres e Comunitárias: História, Legislação e Perspectivas", o mini-curso abordará o arcaísmo de uma legislação que garante monopólios sobre o rádio e a TV num contexto em que avanços democráticos e tecnológicos garantem cada vez mais a possibilidade de amplo acesso ao papel de emissor em outros meios de comunicação.

Liminar concedida por ministro do STF suspende aplicação de artigos da Lei de Imprensa

Liminar concedida hoje (21) pelo ministro Carlos Ayres Britto, do Supremo Tribunal Federal (STF), em ação impetrada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), suspende a aplicação de vários artigos da Lei de Imprensa (Lei 5.250/67). A decisão liminar agora deverá ser referendada pelo plenário do STF.

Com a decisão do ministro, os artigos 20, 21 e 22 da Lei de Imprensa, que tratam dos crimes de calúnia, difamação e injúria (crimes contra a honra) não poderão ser aplicados contra jornalistas no exercício da profissão, e os artigos 51 e 52 contra a empresa que explora o meio de informação ou divulgação.

Bertholetia Excelsia

Bertholetia Excelsia
É com grande prazer que digo que minha alma xibeônica, está mais ativa do que nunca... depois de todos os trabalhos desenvolvidos coletivamente, acho que todos os espoca bodes, se sente como a Bertholetia, maior e mais forte, nossos frutos estão cada vez mais viçosos e sinto que este ano de 2008, será de uma vez por todas a jornada que intensificará e duplicará seus frutos de tal maneira a libertar os que faltam, e limpará os olhos deste mundo fantasioso que político locais pregam.... nossas bases cada vez maiores fomentam um discurso libertário de fazer o que se pretende com ação, e com isso ter o poder de decidir o futuro de uma cidade afundada em dívidas e afundada em desculpas de não poder ser melhor, porque outros se aproveitaram dela. O tempo de uma Tefé vendida está se esgotando...

Instalação de Programas no Slackware

Programas podem ser instalados a partir de pacotes binários pré-compilados para sua distribuição/versão (oficiais ou de terceiros), compilação a partir do código-fonte, a partir de um SlackBuild ou ainda sim de um instalador binário (este quase sempre pertencendo a programas proprietários).

Conceitos:

Um pacote binário pré-compilado é um programa pronto para ser usado pelo sistema, bastando instalar.

Um código-fonte permite que você altere (se lhe interessar) compile e instale o programa.

Um instalador binário é um programa que fará a instalação quando executado.

Nota: Todo instalação de programa no sistema deverá ser efetivada pelo usuário “root”.
1 – Instalação a partir de pacote binário pré-compilado da sua distribuição/versão

Jornal Acadêmico:Entrevistas e Debates com Francinete Chota

Esta reportagem faz parte do filme documentário de título "Jornal Acadêmico" que foi apresentado no Seminário de Antropologia, o qual tinha como tema a televisão.

Neste trecho do documentário a repórter Francinete entrevista a então professora da Universidade do Estado do Amazonas(UEA), Morgada Vieira que ministra aulas na disciplina de Psicologia da Educação.

A entrevistada vai discorrer sobre a influência que a televisão tem sobre as pessoas. Influências estas bastante negativas segundo a professora. De forma bastante inteligente a reporte questiona a entrevistada sobre o que para ela traz bastante coisas boas oriundas da televisão. Eis aí o inicio de um debate.

CAMISETAS do CMI-Tefé

A rádio Xibé esta produzindo camisetas para serem vendidas durante o Encontro de Rádio Livre em Campinas. Com as venda das camisetas o coletivo pretende arrecadar fundos para a continuação e manutenção das atividades realizadas. A Rádio Xibé e umas das atividades do Centro de Mídia Independente de Tefé, o qual e gerido de forma autônoma,livre e sem fins lucrativos.

Justamente por se tratar de um coletivo sem fins lucrativos e que são realizada atividades como essa a de produção de camisetas.

7 anos construindo um novo mundo, desde o Brasil

7 anos construindo um novo mundo, desde o Brasil

No dia 23 de Dezembro de 2000, o Centro de Mídia Independente - Brasil - entrou no ar com sua primeira matéria, relatando uma manifestação em Belo Horizonte em prol do Buy Nothing Day (Dia Sem Compras). Ainda existiam poucas pessoas envolvidas com a rede Indymedia e com o projeto do CMI no Brasil. Desde então foram muitos editoriais, coberturas de ações diretas, um crescente envolvimento em diferentes lutas: reflexo da ampliação a várias regiões do Brasil. Através da constituição de coletivos locais, e da apropriação do projeto pelos movimentos e ativistas, o CMI continua na construção de mais algumas das várias ferramentas de mídia na luta por um mundo justo e igualitário.

Hoje, entre acertos, erros, avanços e tropeços, o CMI e a rede Indymedia continuam na luta pela democratização da mídia. Muito já foi feito nestes sete anos, mas ainda é pouco perto das tarefas que temos. Todas as pessoas que buscam um mundo sem opressão e segregação estão convidadas a comemorar este aniversário e, mais que isso, construir juntos os próximos.

PróXimO EnCoNtRo: Campinas 2008 -- 1 à 6 DE FEVEREIRO

PróXimO EnCoNtRo: Campinas 2008 -- 1 à 6 DE FEVEREIRO

Vamos fazer e ouvir rádio livre o tempo todo, acampando ao redor da Muda, decretando a praça do ciclo básico zona liberada para propostas e ações diversas!

Pretendamos que encontros aconteçam em programas, e programas aconteçam no encontro.

Simultaneamente o Carnaval de Barão Geraldo vai estar pegando fogo, com seus blocos tradicionais e folias para todos os estilos...

A TV Piolho, canal 20 UHF, também participará do encontro: TV LIVRE!

No geral, o próprio encontro vai ser um experimento de recombinações, de diferentes maneiras de se relacionar com o espaço, o tempo, o ambiente, o espectro eletro-magnético, a eletricidade, os transistors, bits, circuitos, água, sol, fogo, terra, corpos em geral...

A proposta é que a gestão de todos os aspectos de nossa experiência em conjunto seja compartilhada por todos os participantes : rangos, moradias, banheiros, lixo, programaçÃo, rádio, doideras, carnaval. Baixe e imprima o Manual de Operações para saber quais são os instrumentos, dispositivos e ferramentas úteis e necessárias para sobreviver no Encontro.

GEOGRAFIA BRASILEIRA OU AMERICANA?

O jornal "ESTADÃO" publicou sem destaque algum e em três minusculas linhas, a denuncia gravissima de uma brasileira residente nos EUA.
"Os livros de Geografia de lá, estão mostrando o mapa do BRASIL AMPUTADO,sem o AMAZONAS e o PANTANAL. Eles estão ensinando nas escolas que estas áreas são INTERNACIONAIS ou seja, em outra palavras, eles estão preparando a opinião publica deles, se apoderarem de nosso territorio com LEGITIMIDADE.
Nós somos BRASILEIROS e no mínimos, temos que nos INDIGNAR com esta fronta, "ESTA TERRA TEM DONO" O "PANTANAL E A AMAZÔNIA É NOSSA!!!" e veja neste SLIDES em anexo coisas absurdas sobre Amazônia e o Pantanal.

Divulgar conteúdo