Democratização da Mídia!

O verdadeiro Dia do Índio na Barreira das Missões

O verdadeiro Dia do Índio na Barreira das Missões
Hoje foi mais um dia que simples, de pessoas que atuam de forma autônoma, libertária e com rastros de muita humildade e amizade. Pela manhã as oito horas da manhã, dois companheiros de militância e seus equipamentos de rádio livre, somando com os indígenas moradores da Barreira da Missão, entram numa canoa em direção a localidade da barreira, são mais ou menos uma hora de ida e uma hora e meia de volta, subindo morros com cabos antena, transmissor, vara comprida de ferro, e sacolas de material restantes, e ao longo do percurso as conversas com novidades de assuntos que discorriam até a chegada na parte habitada, e lá já avistando as pessoas com curiosidade de saber quem é esse pessoal novo que vem por ali, sorrisos nos rostos e força na participação, se apropriando da tecnologia que foi levada, começando a propagar pelas ondas eletromagnéticas, as suas mensagens, falas e relatos em torno de uma programação voltada para o verdadeiro dia do índio.

Quarta Declaração da Selva Lacandona - EZLN

Quarta Declaração da Selva Lacandona - EZLN
Ao povo do México

Aos povos e governos do mundo

Irmãos:

Hoje dizemos: aqui estamos. Somos a dignidade rebelde, o coração esquecido da Pátria!

A flor da palavra não morrerá. Poderá morrer o rosto oculto de quem hoje a nomeia, mas a palavra que veio desde o fundo da história e da terra já não poderá ser arrancada pela soberba do poder.

Nós nascemos da noite. Nela vivemos. Nela morreremos. Porém, a luz será manhã para os demais, para todos aqueles que hoje choram a noite, para quem o dia é negado, para quem a morte é uma dádiva, para a dor e a angústia. Para nós, a alegre rebeldia. Para nós o futuro negado, a dignidade insurrecta. Para nós, nada.

Nossa luta é para fazer-nos escutar, e o mau governo grita soberba e tapa com canhões os seus ouvidos.

Nossa luta é contra a fome, e o mau governo oferece balas e papel aos estômagos de nossos filhos.

Nossa luta é por uma moradia digna, e o mau governo destrói nossa casa e nossa história.

Nossa luta é pelo saber, e o mau governo reparte ignorância e desprezo.

Breve história das rádios livres européias

Breve história das rádios livres européias
Voltamos a publicar aqui em nosso blog, depois de alguns dias de silêncio nesse espaço virtual. Nossas transmissões e atividades continuam firmes e fortes, e o Coletivo da Rádio Várzea Livre está preparando agora suas últimas oficinas e conversas de encerramento desse importante ano que está chegando ao fim. Divulgaremos, em breve, mais notícias e informações sobre esse crepúsculo de 2011.

Nosso papo de hoje é um pouco mais histórico. Publicamos, logo abaixo, uma breve história das rádios livres europeias. A partir dos anos de 1970, período de forte movimentação política e social autônoma, inúmeros coletivos começam a desenvolver atividades que questionavam o modelo atual de comunicação que a grande imprensa ofertava. Grande parte das reportagens produzidas pelos grandes jornais e Tvs tinham como intenção clara apenas criminalizar e deslegitimar os movimentos sociais e pessoas que estavam combatendo de forma autônoma, desde o final dos anos 1960, o capitalismo em várias cidades europeias. As rádios livres participam desse turbilhão de debates e ações coletivas – e é justamente isso que retrata o texto a seguir.

O que querem dizer com isso? Município de Tefé

O que querem dizer com isso? Município de Tefé
Fonte: www.movimento.libertar.org

Município de Tefé - Relato da Marcha Contra a Corrupção – 15 de nov de 2011

Molhados, cansados, com vozes roucas, e “ainda vivos”... O que parece ser um relato de fim de guerra é apenas uma semente que fora plantada, por um grupo de estudantes no meio da floresta.

O Brasil e o mundo vêm se organizando e marchando contra a corrupção. Porém, como já dizia Eliza Lucinda: “o Brasil é corrupto desde o primeiro homem que veio de Portugal”, mas algumas pessoas estão empenhadas para encontrar a cura desse “câncer maligno”.

Acompanhando os noticiários e entendendo o mal que a corrupção faz para nossa sociedade, é claro que a Universidade do Estado do Amazonas – que tem como principal objetivo formar professores pesquisadores críticos – viria junto a luta. Certo? Errado. E não estamos aqui falando de marcha que foi fazia, estamos falando do processo.

Políticos corruptos são assassinos!

Políticos corruptos são assassinos!

Não escapa nenhum.

MUNICÍPIO DE MARAÃ REJEITA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA COMUNIDADE DE VILA NOVA - RESERVA AMANÃ - ALUNOS SEM AULA

MUNICÍPIO DE MARAÃ REJEITA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA COMUNIDADE DE VILA NOVA - RESERVA AMANÃ - ALUNOS SEM AULA

Prefeitura de Maraã, através da secretaria municipal de educação, declara que não haverá contratação de professores para a comunidade Vila Nova, dentro da reserva amanã. Mais de 45 alunos estão sem estudar e se vêem abandonados pela secretaria de educação do município. Não contentes com a situação, resolveram denunciar através das rádios locais com suas cartas de pedido de contração.

O poder abusivo nesse município tem sido uma característica única, uma vez que a administração pouco se importa com seus eleitores, tratam seus filhos que estudam como curral de mão de obra barata, tirando-os da escola e deixando ao puro destino de trabalhar nas roças e fazeres familiares, já que educação mínima não existe mais.

Não é de hoje que fatos como esses acontecem nas comunidades ribeirinhas, e frente a isso se está organizado uma mobilização de documentos para a entrega no ministério público em Manaus, demonstrando as injustiças sociais que sofrem e as intimidações por personagens políticos manipuladores e seus capangas cabos eleitorais.

VITÓRIA DAS RÁDIOS LIVRES: JUIZ DECIDE A FAVOR DA FILHA DA MUDA

VITÓRIA DAS RÁDIOS LIVRES: JUIZ DECIDE A FAVOR DA FILHA DA MUDA
Em 26 de janeiro de 2007 a Polícia Federal apreendeu os equipamentos da rádio Filha da Muda e, em seguida, um processo criminal foi aberto. A defesa ficou por conta do advogado Ariel Foina, que foi provavelmente o primeiro defensor de uma rádio livre a colocar-se o desafio de traduzir para a estratégia jurídica a luta das rádios livres por autonomia na comunicação.

Foina elaborou um habeas corpus afirmando que a rádio Filha da Muda não precisava de concessão para funcionar, pois não é uma rádio "prestadora de serviço". Uma vez que as rádios livres não se separam de um público para servir a ele, mas são meios para a comunicação direta entre as pessoas, como os telefones públicos, elas não estão previstas na legislação atual, a não ser no artigo V da Constituição que versa sobre a liberdade de expressão que, conforme a Convenção Interamericana de Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica), independe de permissão, autorização ou licença.

HAITI – COMEM A CARNE E NÃO QUEREM ROER O OSSO

HAITI – COMEM A CARNE E NÃO QUEREM ROER O OSSO

*Maquiando o Haiti*

Até o terremoto, a mídia retocava cinicamente o retrato deste país, com
recursos encomendados pelos exércitos dos governos invasores, obedecendo a
recomendações dos *experts *políticos sob os auspícios da referida
comunidade internacional, que tem à testa os EUA, França e Canadá.
Encobrindo a realidade e se escondendo através de reportagens e
documentários visivelmente montados, os governos comprometidos com a
invasão, que já vai para o seu oitavo ano, inventaram um Haiti todo
fantasiado de paz e controle e, mais: feliz com a presença das tropas
“amigas”!

Mesmo sendo reproduzido o modelo adotado no Afeganistão e Iraque, não
estava claro para muitos o sentido da ocupação militar. A desgraça natural
fez aflorar as desgraças em nada naturais e ajudou a revelar a que veio
essa ocupação: proteger os interesses de toda sorte de imperialismo,
instalado numa região geopoliticamente bem localizada, que estabeleceu
zonas fabris baseadas em trabalho escravo, com isenção de taxas, retirando
lucros astronômicos em cima da miséria e da fome; impedir o direito de
organização, cortando literalmente a cabeça das direções e imputando-lhes

A defesa do padrão DRM por um rádio digital brasileiro e mundial

A defesa do padrão DRM por um rádio digital brasileiro e mundial

Thiago Novaes, da Rádio Muda, defendeu no III FML o desenvolvimento de um sistema brasileiro que tenha por base o DRM, por ser "o único sistema reconhecido pela UIT que funciona em todas as faixas de frequência, isentando-nos de pagar royalties, rodando em software livre e possibilitando a interoperabilidade com a tv digital, dado o codec de áudio AAC".

Para Thiago, o DRM é o melhor sistema de rádio digital disponível: "Já o testamos e está documentado no portal radiolivre.org". Ele alerta para a falta de pressão das rádios e entidades da comunicação por uma escolha que dê conta dos interesses do Brasil por "um rádio digital que atenda às baixas-potências e impulsione um desenvolvimento tecnológico mundial, como ocorre com o motor colaborativo que move a produção do software livre".

Para Novaes, o movimento das radios comunitárias ainda trabalha com a pauta do século XIX e está "patinando na agenda do governo". Enquanto isso, "lobbies são feitos e fragmentamos nossa demanda sob argumentos descabidos como número de rádios: se isso fosse importante realmente para Amarc, Abraço, etc. as comunitárias não estariam reduzidas a uma frequência disponível no dial..."

Ocupação/Exposição Rádio Arte: Memórias e Resistências em Fortaleza-CE

Ocupação/Exposição Rádio Arte: Memórias e Resistências em Fortaleza-CE

Os Aparecidos Políticos, coletivo de arte política de Fortaleza-CE, convida a todos para a ocupação/exposição Rádio Arte: Memórias e Resistências.

http://www.aparecidospoliticos.com.br/

A ocupação da Galeria Antônio Bandeira tem como objetivo realizar uma intervenção urbana pelo ar através da criação de uma estação experimental de rádio na cidade de Fortaleza a partir da emissão de rádio frequências de 25 Watts de potência na FM 103,5 e rádio-web (internet) durante 30 dias. Uma das ideias é que se crie na galeria, na relação com outros coletivos, artistas, transeuntes, moradores e movimentos sociais um autêntico espaço de experimentação onde as pessoas possam não somente falar/usar a estação de rádio como também se apropriarem da mesma.

De pintor a mestre na UEA

De pintor a mestre na UEA

O professor de Física Francisco Otávio Miranda, 32, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em Parintins (a 325 quilômetros de Manaus), é protagonista de uma bela história de vida cujo destino foi mudado radicalmente com a instalação da instituição de ensino superior naquele município.

Filho de agricultores da Costa do Itaboraí, na zona rural de Parintins, foi morar na sede do município para estudar ainda criança. Jovem, trabalhou como pintor na obra da sede da UEA, onde foi aprovado no vestibular para o curso de Licenciatura em Física e depois passou no concurso para professor da instituição.

Formado em 2006, fez mestrado na Universidade de Campinas (Unicamp), em São Paulo, e no próximo dia 3 de março, três dias depois que receber a titulação de mestre em Química, começará as aulas para o curso de doutorado naquela instituição de ensino para a mesma área de pesquisa.

Pinheirinho: os homens que não amavam as mulheres...

Pinheirinho: os homens que não amavam as mulheres...

II Simpósio Nacional Marxismo Libertário - 09 a 11 MAI, BR Goiânia

II Simpósio Nacional Marxismo Libertário - 09 a 11 MAI, BR Goiânia

http://passapalavra.info/?p=47524

Oficialização por Lei, o “Dia de Luta contra a Corrupção” – 09 de dezembro? Pode?

Agora é Lei (nº 3631, de 28 de junho de 2011). Foi sancionado pelo Governo do Estado (publicado no Diário Oficial do Estado do mesmo dia) Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE), de autoria do deputado José Ricardo Wendling (PT), que institui no Amazonas o “Dia de Luta contra a Corrupção” – 9 de dezembro*. Outra oportunidade de manifestação, já que a chuva atrapalhou bastante a MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO.

Cadê o uso Correto e Eficiente do dinheiro público?

Cadê o uso Correto e Eficiente do dinheiro público?

pós convocação pelo prefeito Angelus Figueira e mobilização dos movimentos sociais e populares, ocorre hoje e amanhã a 1ª Conferência Municipal da Transparência e Controle Social - Consocial em Manacapuru. Deste modo, o município realiza esse importante evento, cujo objetivo maior é o de promover a transparência nas contas públicas e a cidadania local.

São seis os municípios que confirmaram a realização da Conferência Municipal da Transparência e Constrole Social - Consocial, dentre eles, Manacapuru. Rio Preto da Eva, Benjamin Constant, Manaus e São Gabriel da Cachoeira já realizaram. Além disso, Itacoatiara realiza sua Consocial de 11 de novembro e o município de Novo Airão vai realizar uma "Conferência Livre" em data a ser confirmada.

Postado por Fórum Estadual de Combate à Corrupção.

Seminario2011 - esc - espectro, sociedade e comunicação

Seminario2011 - esc - espectro, sociedade e comunicação

Seminario2011

esc - espectro, sociedade e comunicação

Um olhar sobre a estrutura atual dos meios de comunicação e possibilidades para a gestão do espectro eletromagnético.

Local: Casa do Lago, Unicamp, Campinas Data: 1 e 2 de Dezembro de 2011

Dia 1 de Dezembro – Quinta-Feira:

Mesa 1 – 15h - Legislação e políticas públicas referentes à comunicação

Mediação: Paulo Lara
Thiago Novaes (IFCH – Unicamp)
Armando Coelho - Delegado PF - SP
Ivana Bentes (prof. UFRJ) - RJ
Miro Teixeira (Casa Civil) - DF

Mesa 2 – 19h - Status quo da comunicação

Mediação:
Frank (UFMG) / Partido Pirata UE
Flávio Arcângelo (convite enviado, juba )(UMESP – SP)
Chico Caminatti (IFCH – Unicamp)
Elisa (CMI – SP)

Dia 2 de Dezembro – Sexta-Feira

Mesa 3 - 15h - Comunicação e gestão
Mediação:
Blogeiros Progressistas (Luis Nassif – SP )
Abraço SP
Intervozes SP/RJ
Rádios Livres SP/RJ
(Caros Amigos, Carta Capital …)

Mesa 4 – 19h - Espectro livre, radio digital e rádio definido por software (SDR)

Mediação:

Denunciamos o assassinato covarde de mais um defensor da natureza na Amazônia

Denunciamos o assassinato covarde de mais um defensor da natureza na Amazônia
25/10/2011 - Nota de Dom Frei Wilmar Santin, O.Carm., Bispo da Prelazia de Itaituba, Pará – Brasil, sobre o assassinato de líder comunitário João Chupel Primo.

“Sábado foi assassina do o líder comunitário João Chupel Primo em Miritutuba, município de Itaituba, PA. Conheci o João foi em sua comunidade que realizei as primeiras crismas como bispo de Itaituba. Eu o tinha encarregado de fundar uma nova comunidade. Justamente no dia da crisma em junho deste ano, ele deixou de ser o coordenador da Comunidade Nossa Senhora de Nazaré de Miritituba para poder se dedicar à fundação da nova comunidade.

Ele vinha fazendo denúncias sobre grilos de terras e extração ilegal de madeira. Por isso foi assassinado brutalmente com um tiro na testa sábado passado. Quando os defensores da natureza e da legalidade vão deixar de serem mortos? Quando o Governo Federal colocará pra valer a Polícia Federal para agir no Pará? Fraternalmente."

Dom Frei Wilmar Santin, O.Carm.
Bispo da Prelazia de Itaituba, Pará – Brasil

NOTA OFICIAL DA CPT
Leia aqui

500 impedem ação da PM e ocupam instituto para barrar militarização da Universidade de São Paulo

No dia 27/10/2011 a PM abordou três estudantes na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) e agiu de forma truculenta, acusando-os de consumo de maconha. A ação foi o estopim para a mobilização de 500 estudantes para barrar a militarização da USP e combater a gestão duvidosa do reitor João Grandino Rodas, investigado por corrupção pelo Ministério Público.

Brad Will: 5 anos de impunidade... e de memória

Brad Will: 5 anos de impunidade... e de memória

Exatamente há 5 anos, em 27 de outubro de 2006, foi assassinado por paramilitares do Estado Mexicano nosso amigo, companheiro e membro do Indymedia (Centro de Midia Independente) Brad Roland Will.

Em 2008, o governo mexicano, na hipócrita tentativa de criar um ambiente de justiça devido às pressões das organizações sociais e inclusive do governo do Estados Unidos (o Plano México, ou Iniciativa Mérida, só repassaria dinheiro ao México se houvesse no pais uma situação regular dos direitos humanos), escolheu como "bode-espiatório" para o caso o ativista, padeiro e pai de três filhos Juan Manuel Martinez Moreno. A acusação de que Juan havia matado Brad "rendeu" a ele mais de um ano de detenção - das 70 testemunhas escutadas no caso nenhuma fez mênção ao ativista preso de forma injusta. O mesmo foi libertado em 2010 sem nenhuma prova do
ocorrido.

DIA 11 DE NOVEMBRO - MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO EM TEFÉ

DIA 11 DE NOVEMBRO - MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO EM TEFÉ

O Movimento dos Estudantes Universitários de Tefé - http://www.movimento.libertar.org, em contato com as Lideranças Estudantis de toda Tefé, se unem para o DIA 11 DE NOVEMBRO para realização da MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO EM TEFÉ, que já conta com o apoio da população em geral, que também está se organizando participando das reuniões de articulações.

Propostas de atividades na parte da tarde, como CONCURSO DE REDAÇÃO COM O TEMA CORRUPÇÃO é apenas uma delas, onde se dará uma grande concentração de estudantes e população Tefeense.

Já estamos INDIGNADOS COM TANTA CORRUPÇÃO, E EM TEFÉ CORRE SOLTO OS ENORMES ABSURSOS, e a maioria saem as rua neste grande dia de MANIFESTAÇÃO SOCIAL, SEM VINCULO PARTIDÁRIO E ANTI-GOVERNISTA CORRUPTO.

DIA 11 DE NOVEMBRO - AS COISAS ESQUENTARÃO EM TEFÉ!

15 de outubro - Unidos por uma mudança global

951 cidades - 82 países no dia 15 de outubro - Unidos por uma mudança global

No dia 15 de outubro gente de todo o mundo tomará as ruas e praças. Da América à Asia, da África à Europa, as pessoas estão se levantando para reclamar seus direitos e pedir uma autêntica democracia. Agora chegou o momento de nos unirmos em um protesto mundial não-violento.

Os poderes estabelecidos atuam em beneficio de uns poucos, ignorando a vontade da grande maioria sem que se importem do custo humano ou ecológico que tenhamos que pagar. Esta intolerável situação deve terminar.

Unidos em uma só voz, faremos saber aos políticos, e as elites financeiras a quem eles servem, que agora somos nós, as pessoas, quem decidimos nosso futuro. Não somos mercadorias nas mãos de políticos e banqueiros que não nos representam.

No 15 de outubro nos encontraremos nas ruas para botar em ação a mudança global que queremos. Nos manifestaremos pacificamente, debateremos e nos organizaremos até o conseguir.

Ouvidoria da EBC admite que Agência Brasil reproduziu "mito da interferência", mas cala sobre rádios livres

No dia 4 de outubro o CMI denunciou a Agência Brasil por veicular sem aspas e no final de uma notícia sobre a repressão a rádios livres e comunitárias a mentira de que elas são as responsáveis por interferências em serviços como aviação e bombeiros. A mentira foi criada pelas empresas que querem manter o monopólio dos meios de comunicação e fazem o lobbie pela repressão, sendo reproduzida pela ANATEL, sua fantoche. Após receber inúmeras reclamações a notícia foi "corrigida" e a Ouvidoria da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), da qual a Agência Brasil faz parte, reconheceu o "erro" em sua coluna, num da qual destacamos as conclusões finais:

O mito da interferência no espectro de rádio, por David Weinberger

O mito da interferência no espectro de rádio, por David Weinberger

David Redd, arquiteto da Internet, explica como a má ciência criou a indústria televisiva

Há uma razão para nossas televisões terem mais poder de fogo do que nós, nos borrifando com trilhões de bites enquanto nós só respondemos com cômicos toques em nossos controles remotos. Para permitir que os sinais cheguem intactos, o governo tem que dividir o espectro de freqüências em faixas que depois licencia a particulares. A (rede de notícias americana) NBC tem uma licença e você não.

Assim, a NBC pode mergulhá-lo em "Friends" seguido por um "Scrubs" muito especial e você consegue se sentar passivamente em seu sofá. É uma troca assimétrica que domina nossa cultura, economia e política–só o rico e famoso pode divulgar suas mensagens–e tudo baseado no fato que as ondas de rádio no seu indomado hábitat interferem umas com as outras.

Mas elas não fazem isso.

Santuário dos Pajés Não Aceita Acordo Com TERRACAP

Ontem, dia 18, a indígena Ivanice Tononé assinou acordo para saida da área que ela e sua família ocupam na região do Setor Noroeste. Ivanice Tononé, que tem processo jurídico diferenciado do Santuário dos Pajés e conduzido pelo advogado George Peixoto (o qual há 5 anos teve procuração caçada pelas lideranças do Santuário dos Pajés), teve seu processo jurídico indeferido ainda em 2009, pela juiza Gildete Silva Balieiro, o que permitiu que a TERRACAP iniciasse a venda das projeções do Setor Noroeste. A mídia local, na época, usou o processo de Ivanice Tononé como se este representasse todos os indígenas em questão, e como no processo ela pediu cerca de 74 milhões de indenização, o Correio Brasiliense e outras empresas de comunicação locais e nacionais aproveitaram o fato para taxar todos os indígenas de oportunistas, tentando convencer as pessoas de que eles só queriam dinheiro e não tinham relação de vínculo cultural com a Terra.

Divulgar conteúdo