Democratização da Mídia!

POLÍCIA OMISSA É POLÍCIA CORRUPTA!

POLÍCIA OMISSA É POLÍCIA CORRUPTA!
Estão acontecendo em Tefé quase todos os dias, roubos de motocicletas de vários modelos, o que vem sendo rotineiro, os locais em que são abandonados os restos das motos roubadas já são conhecidos e queixas na Delegacia são feitas.

No entanto, acontece de duas formas, a primeira é que as queixas são dadas e a Delegacia se demonstra preguiçosa pelo fato de demorarem muito a chegar ao loca do achado, levando até dias, o que não passa de uma distância de 2km.

A segunda, foi o caso de Duanilce da Cunha Mota, comenta que: Quando a polícia vai ao local e recolhe as peças encontradas e guardam numa sala da Delegacia, não é feito a discriminação das mesmas, e passam dias nesta sala da Delegacia, e pelo fato de seu propietário ter acompanhado a leva das peças e saber quais foram achadas, quando vai a delegacia pegar o que encontraram a meses(veja o tempo), se espanta mais ainda porque dentro da própria Delegacia sumiram mais peças, e o prejuizo de roubo tanto por ladrões e a ainda polícia, faz os tefeenses não acreditar, que haja justiça por parte da instituição que prega a proteção e segurança mútua em Tefé.

Cine Clube e Mídia Alternativas

Cine Clube e Mídia Alternativas
Este ano em Tefé, Rádio Xibé, CMI Tefé e Comunidade, discute a realização de criação do CineClube Independente, onde será um espaço para divulgação de vídeos alternativos de diversas temáticas, o que possibilita aos tefeenses de fazerem amostras caseiras sobre qualquer assunto.

Fazemos reuniões e discutimos a forma de apresentação do cineclube e sua política de uso, para que não haja nenhuma forma de exclusão, e que de fato seja independente de qualquer forma de capitalismo e partidarismo, está mais do que na hora de cada cidadão tefeense mostrar suas opiniões e através dos seus vídeos, reivindicar dias melhores, e para todos os efeitos ser um instrumento contra a omissão política e muitos descaso que ocorrem no Município de tefé, e que as autoridades na sua maioria viram as costas.

Programa: Loucos por Xibé

programa de pirado, curta mais essa loucura desses espoca bodes da Rádio Xibé.

[audio-player]
0 bytes

Cidadão Kane

Cidadão Kane

Dirigido e produzido por Orson Welles, Cidadão Kane e magnífico e tido para muitos críticos de hoje como um filme além do seu tempo e também como o melhor filme produzido até hoje.

Produzido em 1941 o filme conta com o glamour do cinema preto e branco. Cidadão Kane foi sem duvida o melhor trabalho realizado por Orson Welles que no filme também desempenha o papel principal de Chalers Foster Kane o “cidadão Kane”.

O filme e uma ficção inspirada na vida de William Randolph Hearst magnata das comunicações da época. No ano de 1941 Cidadão Kane recebeu 9 (nove) indicações para o Oscar sendo que 4(quatro) delas eram para o próprio Orson Welles. Entre as indicações estavam as mais importantes como: melhor filme, melhor direção, melhor ator, melhor roteiro. Mas acreditasse que pela briga de braços entre Orson Welles e William Randolph o filme foi prejudicado e não ganhou nenhum Oscar.

Cientistas Brasileiros (César Lattes & José Leite Lopes)

 Cientistas Brasileiros (César Lattes & José Leite Lopes)

Excelente, apenas esta palavra seria capaz de classificar este filme. Cientistas Brasileiros (César Lattes & José Leite Lopes) foi dirigido por José Mariani no qual consegui de uma forma espetacular transforma um documentário de conteúdo tipicamente “chato” para algum tipo de publico em uma obra interessantíssima não somente para cientista, mas como também para qualquer pessoa comum. Destacam se também neste filme a locução de Arnaldo Antunes a música de Aluisio Didier, as quais juntas dão ao filme bastante movimento.

O filme conta a história de dois grandes nomes da ciência brasileira César Lattes e José Leite Lopes, retratando não somente a história desses dois grandes cientistas mais como também a história da Universidade Brasileira, a da política do Brasil, a da ciência Brasileira em especial a Física e a história do desenvolvimento da estratificação de classes do saber no Brasil. O filme além de conta com a presença dos próprios homenageados conta também com a presença de pessoas que estudaram e conviveram parte deste processo de descoberta na vida desses dois cientistas.

Relato audiovisual da experiência de Tefé apresentado em Brasília

Relato audiovisual da experiência de Tefé apresentado em Brasília

No último dia 22 de dezembro o prof. Guilherme Gitahy de Figueiredo da UEA apresentou em Brasília, no Balaio Café, um relato de experiência do Programa Mídia e Cidadania da UEA e seu parceiro coletivo da rádio Xibé e CMI-Tefé. A apresentação foi elaborada inicialmente para o XXX Congresso da Intercom, realizado em Santos no começo de setembro, mas foi atualizada com as mais recentes ações da UEA e do coletivo autônomo. Na contextualização do relato, são mencionados também outros importantes avanços da comunicação democrática em Tefé, tais como a Rede Ribeirinha de Comunicação Popular, promovida pelo Instituto Mamirauá, e a Rádio Educação Rural de Tefé, criada em 1964 como parte do Movimento pela Educação de Base. Na região de Tefé a comunicação dialógica deita raízes ainda na história indígena: antigas aldeias da região usavam o trucano, um tronco fincado na terra, para trocar mensagens entre si sem qualquer monopólio da emissão.

D. Luiz está em greve de fome há 20 dias. Há 20 dias a grande mídia silencia sobre o fato

 D. Luiz está em greve de fome há 20 dias. Há 20 dias a grande mídia silencia sobre o fato

O gesto da greve de fome em 2005 de D. Luiz Cappio contra o projeto de transposição de águas do rio São Francisco provocou, na ocasião, reações parecidas e outras bem diversas das atuais. Antes, como agora, foram articuladas ações nas cúpulas do governo federal e da Nunciatura Apostólica (Vaticano) para isolar, enquadrar e demovê-lo do gesto. Agora prosseguem, em uma nova conjuntura, reações semelhantes. Convém explicita-las, antes mesmo de falar diretamente sobre o gesto de D. Luiz.

A grande mídia resolveu adotar uma espécie de operação silêncio-surdina, que consiste em ignorar o fato jornalístico, ou noticiá-lo em surdina, geralmente em páginas ou espaços menores, sem maior destaque. O Palácio do Planalto, protegido pela operação silêncio-surdina, adota jogadas de apelo às operações inquisitoriais do Vaticano, enquanto pela palavra escrita do seu ministro Geddel Vieira Lima insulta não apenas o bispo mas a consciência ética do país. Por sua vez, a cúpula da Igreja Católica, que se expressa pela palavra oficial da CNBB em comunicados públicos, até o momento não se posicionou - ou o fez de forma ambígua, alegadamente pelas divisões internas que o fato provoca no episcopado.

Não Deixe Meu Rio Secar!

Não Deixe Meu Rio Secar!
Não deixe meu rio secar, agonizar e morrer, o que será deste mundo se o rio e a mata desaparecer. Não devasto e não devastem, meu filho precisa crescer e a vida depende da vida pra sobreviver.

Cadê pau pra canoa que não tem, nem madeira pro meu tapiri, a paca, o tatu e a cotia já fugiram daqui. Tem fumaça no ar e tá queimando meu chão, é preciso para com tanta destruição, a humanidade pode perder o juízo mas não a razão.

Cadê peixe na mesa que não tem, nem farinha pro meu curumim, a vida depende da vida e não saio daqui.

PROTESTOS E REVOLTA CONTRA A CEAM

PROTESTOS E REVOLTA CONTRA A CEAM
Desde o começo do ano, que os problemas de energia elétrica em tefé, é algo que atrapalha todos os tefeenses e que certa maneira provora a ira de quem paga todo o mês energia (valor alto) e tem que passar por humilhações por conta do descasos dos inúmeros prejudicados pela CEAM, uma companhia energética falida, e que não como se sustentar, trabalhando no VERMELHO, como dizem seus próprios funcionários.

Por isso a população com revolta e ódio pelo monopólio capitalista energético no interior do Amazonas, nós tefeenses temos que fazer manifestações cada vez mais constantes, porque hoje se torna inaceitável termos que para de estudar, trabalhar, ter iluminação em casa, nossos compromissos, tudo isso dependente de blackout, ou seja, quando vai faltar energia ou não. E convenhamos, todos em Tefé já estamos de saco cheio desta problemática, e que a queima de mais patrimônio que não é público (privatizado), e sim de um grupo de pessoas que não estão nem aí para o que pessamos, vai ocorrer de uma maneira ou de outra, não dá mais para conviver em uma cidade onde o maior problema para quem vive nela é a falta de energia elétrica, uma cidade de pouco mais de 50.000 habitantes vivendo nas escuras é algo inacreditável.

Nova Jornada Flor da Palavra começa em Assembléia indígena de Tefé

Este ano a Flor de Tefé aconteceu durante a Assembléia da Associação Cultural dos Povos Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (ACPIMSA), realizada nos dias 14 e 15 de novembro de 2007. Estiveram presentes na Assembléia 178 pessoas, entre as quais 15 tuxauas das etnias ticuna, kambeba, miranha, kokama e mayuruna. Estavam ainda as organizações indígenas OPIMSA, UNI-Tefé, OPIMIMSA e AEPIMSA; a FUNAI, FUNASA, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), SEDUC, SEMED, CIMI, CMI-Tefé e rádio Xibé.

O objetivo da ACPIMSA é fortalecer a cultura e a organização dos povos indígenas do Médio Solimões. Esta assembléia marca um momento de fortalecimento do movimento indígena, após um período de grandes reveses e casos de corrupção envolvendo as políticas públicas indigenistas. A presença de representantes de órgãos públicos na assembléia fez com que ela servisse também como mecanismo de participação direta informal: as autoridades puderam ser questionadas e cobradas nos vários assuntos que concernem aos povos indígenas. A assembléia ocorreu bem ao lado do local onde está sendo construído o novo porto de Tefé, que ameaça trazer os conflitos da urbanização para a área indígena.

REUNIÃO DO COLETIVO RÁDIO XIBÉ

REUNIÃO DO COLETIVO RÁDIO XIBÉ
MOÇADA REUNIÃO PARA ACERTOS DOS MAIS VARIADOS, PRINCIPALMENTE NO QUE DIZ RESPEITO AO BINGO DA RÁDIO(PRÊMIOS OK), SEM FALAR NA PRAPARAÇÃO DOS CONTEÚDOS PARA AS ATIVIDADES DA RÁDIO NA BARREIRA DA MISSÃO. ENTAUM TODOS CONVIDADOS AMANHÃ ÀS 4H DA TARDE NO CEST/UEA.

LIBERDADE PARA AS ONDAS!!!!

RÁDIO CIPÓ À VISTA!!!
UMA RÁDIO MAIS SELVAGEM!!!!

Programação de aniversário da Xibé

Programação de aniversário da Xibé

Neste sábado a rádio Xibé faz 1 ano de existência. Faz também um ano que Brad Will, documentarista e voluntário do CMI, morreu pela repressão nas ruas de Oaxaca, México. Veja a seguir a programação em comemoração e em luto:

dia 25/10 (na Semana do Normal Superior da UEA)

14h - Mini-curso Mídia, Educação e Gênero para professores da escola Corinto

dia 26/10

10h - Apresentação do projeto Mídia e Cidadania na Escola Gilberto Mestrinho, para alunos e professores do curso Normal Superior

14h - Continuação do mini-curso Mídia, Educação e Gênero

dia 27/10 (na Semana de Geografia da UEA)

13h - Apresentação Seminário "Relação Geográfica com o aproveitamento do Espaço Aéreo", apropriação de tecnologias (radiotransmissão)como forma de democratização dos meios.

Vídeo "Casa das Pombas" - ocupação da Convergência de Grupos Autônomos de Brasília

Vídeo "Casa das Pombas" - ocupação da Convergência de Grupos Autônomos de Brasília

Conheça a história dos jovens libertários de brasília que ocuparam um prédio abandonado por 12 anos, servindo apenas à especulação imobiliária, para colocá-lo a serviço da arte, da cultura e da construção de novas relações sociais mais justas, livres e igualitárias. É mais uma luta para retirar os espaços da lógica do dinheiro e colocá-los a serviço da vida. Pela utilização social justa dos espaços urbanos e rurais. Porém, em apenas um mês foram atacados brutalmente por uma polícia que invadiu sem mandado e difamados por uma imprensa que colabora na tentativa de criminalizar e silenciar os movimentos sociais, solapando as bases da democracia brasileira.

Polícia invade a Casa das Pombas e prende inocentes em Brasília

Depois de sete dias em cárcere, os/as sete ativistas brasileiros/as presos/as em violenta batida policial na ocupação Casa das Pombas, em Brasília (DF), saíram da prisão. Por volta de 23h de segunda-feira (15), os homens saíram da DPE e em seguida, à 1h de terça-feira (16), as cinco brasileiras deixaram a Penintenciária Feminina (Colméia). Todos/as estão agora em regime de liberdade provisória. Na noite de terça foram liberadas as duas mulheres e o homem uruguaios/as, que permaneceram detidos/as até a regularização de sua documentação de permanência no país.

Na DPE (Departamento de Polícia Especializada), os dois ativistas libertados dividiam uma cela pequena com mais nove detentos e precisaram se revesar para dormir no chão, sem colchões, pois não cabiam todos deitados ao mesmo tempo. Foram relatados maus tratos e agressões por parte dos policiais da DPE. As mulheres presas na Colméia ficaram em cela especial, separadas das demais detentas, mas recolheram entre elas inúmeros relatos de prisões arbitrárias, permanência na prisão além do tempo determinado (mais de dois anos em alguns casos) e outras violências. Duas delas não tiveram acesso a remédios de uso regular durante toda semana. Uma delas sofre de síndrome do pânico e outra de fibromialgia.

TROPA DE ELITE: A CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA!

TROPA DE ELITE: A CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA!

Autor: Ivan Pinheiro

"Homem de preto.
Qual é sua missão?
É invadir favela
E deixar corpo no chão"
(refrão do BOPE)

Não dá cair no papo furado de que "Tropa de Elite" é "arte pura" ou "obra aberta". Um filme sobre questões sociais não podia ser neutro. Trata-se de uma obra de arte objetivamente ideológica, de caráter fascista, que serve à criminalização e ao extermínio da pobreza. É possível até que os diretores subjetivamente não quisessem este resultado, mas apenas ganhar dinheiro, prestígio e, quem sabe, um Oscar. Vão jurar o resto da vida que não são de direita. Aliás, você conhece alguém no Brasil, ainda mais na área cultural, que se diga de direita?

Como acredito mais em conspirações do que no acaso, não descarto a hipótese de o filme ter sido encomendado por setores conservadores. Estou curioso para saber quais foram os mecenas desta caríssima produção, que certamente foi financiada por incentivos fiscais.

Rádio Xibé Transmitindo das águas

Rádio Xibé Transmitindo das águas
Nos dia 11, 12,13 e 14 de Outubro a rádio xibé esteve transmitindo suas ondas diretamente do 1° Encontro de Comunicadores Populares do Médio – Solimões que está sendo realizado pelo IDMS (Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá) no Centro Itinerante de Educação Ambiental Cientifica Bill Hamilton, o centro e um flutuante e está localizado na margem esquerda do Lago de Tefé.

O encontro tem como objetivo a avaliação e o planejamento nas atividades que são desenvolvidas pelos comunicadores populares das reservas Mamirauá e Amanã. O encontro contou com apoio da UFAM (Universidade Federal do Amazonas), UEA (Universidade do Estado do Amazonas), CMI-Tefé (Centro de Mídia Independente de Tefé) e Oi Futuro. As duas Universidades colaboraram com a presença de dois professores (João Bosco da UFAM e Maria de Fátima da UEA) que ajudaram com atividades durante o encontro, a Oi Futuro e atual financiadora do projeto e o CMI-Tefé colaborou com a presença de alguns de seus integrantes e com a total transmissão do encontro pela Rádio Livre Xibé 106,7 FM.

Rádios comunitárias terão dificuldade para se adaptar ao sistema digital, diz associação

A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), defende a criação do sistema nacional de rádio digital com a adaptação de tecnologias brasileiras. "Cabe ao governo não comprar um pacote pronto do Iboc (modelo de rádio digital norte-americano), mas criar um sistema brasileiro de rádio digital", afirma o coordenador jurídico da entidade, Joaquim Carlos Carvalho.

Segundo ele, a proposta apresentada pelo governo no processo de digitalização exclui as rádios comunitárias, pois atualmente não existe um transmissor digital capaz de atender as essas emissoras. Carvalho explica que o menor transmissor disponível no mercado é compatível a uma potência de 100 watts, enquanto as rádios comunitárias trabalham com 25 watts.

I ENCONTRO DE COMUNICADORES POPULARES DO MÉDIO SOLIMÕES - iiiiiiiiiiiaaaaaaaahhhhuuuuuuuuuu

Acontece em Tefé, mais precisamente no flutuante do mamirauá - CIEAC, o I Encontro de Comunicadores Populares do Médio Solimões, com a participação de comunidades do interior do Município de Tefé, Alvarães, Reservas Mamirauá e Amanã.

Neste encontro está sendo de grande produtividade, por não haver nenhum encontro deste tipo, esta interação de comunicadores das comunidades das reservas com seus Rádios Postes, o Jornal "O Comunicador" e as entrevistas entres os mesmos, com a participação de Professores Doutores, do Centro de Mídia Independente de Tefé, da Rádio Xibé, e demais convidados, tornam democrático os conhecimentos adquiridos ao longo de seus desenvolvimento particulares, mas que hoje compartilhados, dinfundidos e transmitidas a todos que estão sintonizados na 106.7.

VEM AÍ

A rádio X((i))bé em breve estará realizando um bingo, arrecadando fundos para a rádio suprindo necessidades das atividades, oficinas e palestas como também do estúdio, contamos com a participação de todos de Tefé.

E pra vc que NÃO É DE TEFÉ poderá também concorrer, o sorteio das pedras do bingo serão ditadas online através de Messenger, a compra será por transferência bancária e receberá o bingo pelo o email ou quando estiver online.

Mais informações:

- serginhotf@riseup.net >>para email;
- serginhoprint@hotmail.com >>para vendas online.

Agradecemos a todos que ajudaremna divulgação do evento.

Realização:

Rádio X((i))bé 106.7fm

Apoio Cultural:

CEST/UEA

Tux na Xibé - Um Coletivo Tech

É isso mesmo, na xibé estamos agregando pessoas interessadas em participar de um coletivo que objetiva aprender, estudar e dominar SO Linux e seus programas a gosto.

Para participar, reunião de discussão sábado dia 13 às 10h da manhã. Temos um site de consulta e publicação de conteúdo para estudo. Participe! Seja Linux!

Clique aqui para visitar o site do Tux na Xibe

Porto pode ser ameaça a aldeias no rio Solimões

Ainda na primeira gestão do presidente Lula, o Ministério dos Transportes, na gestão de Alfredo Nascimento, aprovou a liberação de verbas para a construção de um novo porto para a cidade de Tefé, de 72 mil habitantes, que fica no lago Tefé, próximo ao rio Solimões onde se pretende colocar a obra. Porém, o porto está para ser construído nos limites da área indígena da Barreira da Missão, a apenas 200 metros da primeira de suas 4 aldeias. A população não tinha sido consultada. Temendo-se o impacto e ameaças como alcoolismo, drogas, prostituição, invasão das terras e degradação do meio ambiente, a Associação Cultural dos Povos Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (ACPIMSA), a União das Nações Indígenas de Tefé (UNI-Tefé), FUNAI, UEA, IBAMA, IDAM e Marinha procuraram debater com a população e buscar esclarecimentos.

Inscreva-se na IV Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da UEA de Tefé

Inscreva-se na IV Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da UEA de Tefé

Acontece entre os dias 4 e 6 de outubro a IV Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do CEST/UEA, que este ano tem como meta contribuir para a inclusão social bucando que o povo do Médio Solimões possa ser produtor e não apenas consumidor de produção científica através de sua universidade pública, além de ter o seus saberes extra-acadêmicos também valorizados e fortalecidos. O evento contará com ações de difusão cientifica, apresentação de resultados e publicação de resumos, participação de lideranças comunitárias e instituições, incentivo à formação de parcerias em projetos científicos com centros de excelência, e debate com as autoridades científicas, políticas e militares sobre a “Política de Ciência e Tecnologia para o Médio Solimões”. A abertura no dia 4 é livre, mas há vagas limitadas para assistir aos debates e mesas redondas dos dias 5 e 6, cujas inscrições já estão acontecendo na secretaria do Centro de Tefé (300 vagas).

UFO invade o céu de Tefé

Depois de muitos meses atrás, o município de Tefé teve a curiosidade de definir o que seria de tão grande a ser construído, quando existia um paredão de tábua ao redor de tal construção concebida pelo governo atual. Foi um tempo de poderíamos nos perguntar: - O que será que vai ser construído neste lugar que vale quase 1 milhão de reais? Aos poucos foi-se dando forma ao que comentavam ser uma imensa área de esporte e lazer, outros diziam ser quadras de salão comunitárias, e por sua vez um teatro municipal a céu aberto.

Bem como podemos ver hoje, e uma cobertura de folhas de alumínio com sustentação de ferro e pilares de concreto e pequena arquibanca cercada de uma área denominada praça(sem nome). O bom da história é que mudou paisagísticamente aquele lugar, mas a população comenta muito que seria melhor ter mantido o tablado gigantesco de antes, considerando que até hoje essa construção não foi ainda entregue ao município(não sei por que? talvez campanha política), os tefeeses de hoje vêem aquilo suspenso como obra alienígena,mas precisamente um aeroporto de OVNIS em Tefé, um caso que ufologia talvez poderia nos explicar da tal existência.

ABIAL - O BAIRRO DO FUTURO PREFEITO

Não é de hoje que o bairro Abial é esquecido quase que totalmente pelas gestões municipais que passam por ela, é um lutar constante de todos os moradores para a melhoria das ruas, seja a gestão de ontem, de hoje ou do amanhã, sempre é o mesmo bairro, sempre é a mesmas desculpas eleitoreiras.

Para se ter acesso ao bairro, embarcamos no que chamamos de catraia, nos levando ao outro lado da margem e chegando a este bairro querido, o bairro Abial. Quem já foi lá vê que são pessoas acolhedoras, trabalhadores e humildes, na sua maioria vive diretamente do pescado, tem seus equipamento que são as malhadeiras, tarrafas e arpões.

Pelo fato de ser um bairro próximo do centro, há bastante movimento e investimento de comércio no lugar, mas o quantitativo de moradores é uma preocupação, pelo fato de ser uma população de aproximadamente 3.500.00 habitantes, existe uma concentração grande de pessoas desempregadas, namaioria jovens, e se não tem emprego, vão pescar e pegando muito peixe, vendem para as famílias ou para um frigorífico que fica no bairro.

Manifesto do Teatro do Oprimido

Manifesto do Teatro do Oprimido

Manifesto da Associação Internacional do Teatro do Oprimido (AITO), retirado do site O Palco

Declaração de princípios Preâmbulo

1. O objetivo básico do Teatro do Oprimido é o de Humanizar a Humanidade.

2. O Teatro do Oprimido é um sistema de Exercícios, Jogos e Técnicas Especiais baseadas no Teatro Essencial, que busca ajudar homens e mulheres a desenvolverem o que já trazem em si mesmos: o teatro.

O Teatro Essencial

3. Todo ser humano é teatro! 4. O teatro se define pela existência simultânea — dentro do mesmo espaço e no mesmo contexto — de espectadores e atores. Todo ser humano é capaz de ver a situação e de ver-se, a si mesmo, em situação.

Divulgar conteúdo