RESPOSTA DAS RÁDIOS LIVRES PARA A AGÊNCIA BRASIL

RESPOSTA DAS RÁDIOS LIVRES  PARA A AGÊNCIA BRASIL
Lamentável a matéria publicada pela agência Brasil, assinada por Isabela Vieira dia 1/10/2011. A matéria contém equívocos gritantes,
como o desconhecimento entre a diferença de baixa "potência" e baixa "frequência", que em nada se assemelham. Na tentativa de qualificar as emissoras, confunde rádios LIVRES com todas as sem concessão, numa evidente demonstração de ignorância a respeito do tema, que deveria esclarecer. Por fim, repete, sem o menor rigor "jornalístico", e de interesse público, a mentira deslavada de que rádios sem concessão interferem na comunicação de aviões, ambulâncias e polícia, quando sabemos ser esta a desculpa técnica para repressão política. Com sua matéria, a Agência Brasil presta um verdadeiro DESSERVIÇO à informação de interesse público, e envergonha os que tanto se empenham, dentro da EBC, na luta contra o monopólio inconstitucional dos meios de comunicação social, onde não há a real valorização da produção regional e local, onde os serviços público, privado e comercial NÃO são complementares (predominando o comércio nos meios), além de não se ater ao principal: que essas rádios exercem seu direito constitucional de LIBERDADE de EXPRESSÃO, tal como previsto no art 5o de nossa constituição, no art XIX da Declaração Universal dos Direitos Humanos, bem como no Pacto de San Jose da Costa Rica, do qual o Brasil ésignatário.

Sobre o mito da interferência, leiam o texto publicado no site doMinistério da Cultura:
http://muda.radiolivre.org/site/fuckOffAnatel.html

Na esperança de que ao menos a Agência Brasil busque exercer um jornalismo decente (até agora lamentável!), solicito correção dos
equívocos (pesquisem sobre o mito da interferência, o que é Rádio Livre, a inspiração nas livres europeias dos anos 70). Sugiro ainda
que se atualizem, pois vamos lutar por Espectro Livre, buscando nosso espaço de comunicação direta, evitando intermediários incompetentes como Isabela Vieira.

A matéria a que me refiro é:
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-10-01/ongs-se-queixam-da-repressao-da-anatel-radios-comunitarias

Thiago Novaes

ps.: a melhor resposta é construirmos as mídias populares e livres!