Papi deixa estudantes da UFAM na mão

O ano de 2011 marcou a chegada da UFAM a Tefé, através dos cursos à distância de Artes Plásticas e Ciências Agrárias. No acordo com as prefeituras municipais, estas ficaram de propiciar a internet aos pólos, enquanto a UFAM entrou com os cursos e demais equipamentos. Todas as prefeituras envolvidas já propiciaram a internet, menos a prefeitura de Tefé. Os acadêmicos do pólo de Tefé ficam mais de uma hora para postar seus trabalhos, e não conseguem baixar vídeos e outros materiais necessários ao curso. Por isso o curso está agora paralisado, até que o prefeito resolva cumprir seus compromissos.